Buscar
  • Jeff Costa

Como criar um podcast com os seus alunos de inglês

Em um passado não tão distante nossos pais e avós passavam horas ao lado do rádio ouvindo notícias, novelas ou jogos de futebol. Para nossa alegria esta prática não morreu, hoje ouvimos os conteúdos mais variados em forma de podcasts.




Podcasts são programas de rádio gravados em estúdios profissionais ou de maneira mais caseira e são reproduzidos em forma de streaming. Mas, por que o podcast é interessante no contexto de língua estrangeira? Por algumas razões. Primeiro, por que eles são gravados nas mais diversas línguas, logo, independentemente da língua que o aluno estuda é muito provável que ele encontre programa no seu idioma alvo. Segundo, por que como são reproduzidos em streaming, o aluno pode ouvir em qualquer lugar e quantas vezes quiser a partir de seu celular. Terceiro, os podcasts tem assuntos atuais que tem grande potencial de interessar o aluno. Existem podcasts que abordam questões de gênero, universo geek, cinema, jornalismo e muitos outros. Quarto, como dito anteriormente os podcasts podem ser gravados de maneira caseira, ou seja, nossos alunos podem produzir seus próprios programas, e é esta a parte que mais nos interessa.


No semestre passado decidi fazer o projeto dos podcasts e foi um tremendo sucesso. Escolhi apenas os meus grupos avançados para tal empreitada — porém trabalhar com grupos mais iniciantes é possível também. Para contextualizar a atividade passamos alguns dias ouvindo podcasts juntos. Quando os alunos se familiarizaram com a proposta — alguns deles nunca tinham ouvido a um podcast antes — dei três indicações: os podcasts poderiam ser sobre qualquer assunto que lhes interessasse, que deveriam ter no mínimo cinco minutos e que o conteúdo fosse totalmente em inglês.


A maior parte dos alunos escolheu a cultura pop como tema. Cinema, livros, video games ou música foram os mais comuns. Uma das minhas alunas, no entanto, escolheu um tópico bastante inusitado, ela falou sobre a Guerra dos Emus na Austrália (procura no Google, vale a pena rs). Os alunos se dedicaram 100% à tarefa e produziram podcasts de excelente qualidade, incluíram até músicas de abertura e encerramento. Também foi interessante ouvir a entoação dos alunos ao gravar os programas. Como se tratava de alunos avançados foi possível notar em alguns, o ritmo e o compasso da língua, além é claro do vocabulário e estrutura gramatical de cada um. A atividade que tinha primeiramente o propósito de ser um projeto expositivo para os pais, se tornou também uma fonte de avaliação preciosa. Consegui a partir dos shows gravados pelos alunos notar as suas dificuldades e o que precisaríamos trabalhar em sala de aula.

Que linda minha filha. Nunca a tinha ouvido falar assim inglês. Ela fala bonitinho, né?

A recepção dos pais foi bastante positiva e reações como esta acima foram comuns. Como a atividade foi desenvolvida sobretudo com alunos adolescentes que não costumam falar muito, os pais ficaram surpresos ao ouvir seus filhos falando tanto em uma língua estrangeira. Tive até mesmo uma aluna (a mais relutante) que gravou um podcast de vinte e cinco minutos!


A atividade foi um sucesso e assim como os meus alunos que declararam que fariam novamente, eu não vejo a hora de no próximo semestre desenvolver novos podcasts com eles.


#podcasts #comofazerumpodcast #produzindoumpodcast #gravandoumpodcast #podcastnaauladeingles #podcastsemingles #gravandopodcastcomosalunos #podcastsobrefilmes #podcastsobrecinema #podcastsobremusica #podcastsobreingles

68 visualizações

Contato

Agende uma aula experimental gratuita

Estou em São Paulo, Brasil

WhatsApp: 11 95602-7889 / Email: pedagogico@teacherjeffcosta.com

Faixa Etária

 © 2020