Buscar
  • Jeff Costa

Por que a adolescência é a melhor fase para aprender um novo idioma?

A adolescência pode ser uma época bastante conturbada na vida de uma pessoa. É uma transição que não apenas afeta quem a está vivenciando, mas também as pessoas a sua volta, como familiares e amigos. Mas, ao mesmo tempo, a adolescência é um período efervescente de transformações e descobertas e na qual o cérebro humano está em seu pico de eficiência. Não é de se espantar então que a adolescência seja a melhor fase para se aprender um novo idioma.



Está dado que crianças aprendem uma segunda língua muito melhor do que os adultos. E isso é um fato. As crianças possuem um cérebro que ainda é plástico, ou seja, moldável, fazendo com que elas se adaptem a novas experiências, por mais diferentes que elas sejam, como aprender uma língua estrangeira. Agora pense nessa plasticidade em um adolescente entre 12 e 24 anos. É a mágica para o sucesso.


Adolescentes gozam da plasticidade do cérebro, ao mesmo passo que começam a desenvolver sua maturidade e autonomia. “[A adolescência é] uma fase da vida em que podemos realmente prosperar, mas precisamos aproveitar a oportunidade”, afirmou o neurocientista da Universidade de Temple, Laurence Steinberg, na conferência "Learning and the Brain".


A maturidade e a autonomia combinadas com a plasticidade cerebral, levam o adolescente a conscientemente imergir no idioma, sendo levado assim a alcançar a fluência em pouco tempo. Esta imersão, contudo, deve ser guiada por um professor experiente que mostre os caminhos para o aluno, e acompanhe-o e ajude-o no seu progresso. A falsa noção de que é preciso passar 6 ou 7 anos em uma escola de idiomas deve ser superada, abrindo espaço para uma visão de que aprender uma língua estrangeira pode ser uma atividade prazerosa, e que ter contato diário com o idioma pode ser muito legal.


Um estudo do FSI (Foreign Service Institute) do Governo Americano, indica que para brasileiros alcançarem uma fluência básica na língua inglesa, é necessária a exposição a 575 a 600 horas. Se nos comprometermos imergir no idioma por 1 hora diariamente, em 2 anos alcançaríamos a fluência. Muito menos do que os 6 anos que uma escola tradicional exige dos alunos. Mas, novamente, para que isso aconteça, é preciso que o aluno se dedique e se comprometa com seus estudos. Tal maturidade é difícil esperar de uma criança pequena, enquanto um aluno adolescente tem as ferramentas necessárias para levá-la a cabo.


É papel de nós tutores, de preferência com o suporte dos pais, mostrar aos adolescentes todo o potencial dos seus cérebros, ao mesmo tempo, em que os incentivamos nessa jornada sem linha de chegada que é aprender uma língua estrangeira.

6 visualizações

Contato

Agende uma aula experimental gratuita

Estou em São Paulo, Brasil

WhatsApp: 11 95602-7889 / Email: pedagogico@teacherjeffcosta.com

Faixa Etária

 © 2020